Linha de transmissão de energia interceptará o município de Alvorada do Norte

A Linha de Transmissão interceptará 19 municípios, sendo 4 do Estado da Bahia (Barreiras, São Desidério, Correntina e Jaborandi), 9 do Estado de Goiás (Posse, Simolândia, Alvorada do Norte, Flores de Goiás, Vila Boa, Formosa, Cabeceiras, Cristalina e Luziânia) e 6 do Estado de Minas Gerais (Cabeceira Grande, Unaí, Dom Bosco, Brasilândia de Minas, Buritizeiro e Pirapora), percorrendo uma extensão total de 953 km.
A construção dessa Linha de Transmissão vai permitir que a energia elétrica gerada no Norte (pelas Usinas Hidrelétricas) e no Nordeste (pelas Usinas Eólicas) seja compartilhada com o Sudeste e com o Centro-Oeste, aumentando a capacidade de troca entre essas Regiões do Brasil. O empreendedor, a PARANAÍBA Transmissora de Energia S.A. (PTE), é a responsável pela implantação, operação e manutenção do empreendimento. As Empresas Construtoras ou Montadoras - a ENGEVIX Engenharia S.A., a ISOLUX Projetos e Instalações Ltda., a SÃO SIMÃO Montagens e Serviços de Eletricidade Ltda. e a SIEMES Ltda. - Brasil foram contratadas pela PTE para executar as obras civis e eletromecânicas da Linha de Transmissão e da ampliação das Subestações associadas. A Empresa de Consultoria Ambiental, BIODINÂMICA Engenharia e Meio Ambiente Ltda., foi contratada pela PTE para elaborar os estudos ambientais do empreendimento, acompanhar sua implantação e preparar os relatórios periódicos ao IBAMA, que é responsável pelo licenciamento ambiental e fiscalização durante a construção (implantação) e o funcionamento (operação) da Linha de Transmissão. 
Na tarde do dia 15 de abril de 2015 no Centro Comunitário em Alvorada do Norte, a PARANAÍBA Transmissora de Energia S.A. (PTE) promoveu uma "Oficina de Educação Ambiental para Grupos Sociais" que foi executada pela BIODINÂMICA Engenharia e Meio Ambiente Ltda., através da sua equipe técnica: Roberta Freire Faria - Engenheira Ambiental e Sanitária, Roberta Mendonça - Gestora Ambiental e Vânia Pereira - Engenheira Florestal. A Oficina contou com a presença do Prefeito David Moreira de Carvalho com seus Assessores e Secretários,  vereadores, professoras, proprietários rurais e o engenheiro agrimensor/topógrafo Cailon Atila Arraes. Durante a Oficina foi discutido sobre os principais problemas socioambientais identificados na região, questões ligadas ao Meio Ambiente, Crimes Ambientais, Legislação, Proteção e Recuperação de Mananciais, Queimadas, Desmatamento, Caça e Pesca Ilegais, Agrotóxicos, Lixo, Saúde e várias outras abordagens relacionadas com o propósito do evento. Os participantes tiveram a oportunidade de expor suas ideias e levantar questionamentos diversos relacionados com o Meio Ambiente. O próximo encontro será em Dezembro deste ano e contará com o envolvimento das autoridades, comunidade e alunos das Escolas Municipais e Estaduais.


Comentários (0)


Deixe um comentário